Tendências Para o E-commerce em 2018

2018 está aí e é hora de por os novos planos em ação…  e sabemos que o mercado eletrônico está crescendo a todo vapor no Brasil. Segundo o relatório anual SpendingPulse da MasterCard, o comércio eletrônico cresceu 28,3% ecoando os índices positivos que vem sendo apresentados ao longo do ano. Os setores de móveis e vestuários tiveram desempenho superior à média do canal de distribuição, enquanto os setores de hobby & livraria, eletrônicos e artigos farmacêuticos permaneceram abaixo do crescimento do canal. – Ecommerce News

Uma coisa é certa: o mercado eletrônico está te chamando para brincar! Nunca vivemos em uma época com tantas possibilidades para quem quer apostar em um negócio online.

“No atual cenário econômico brasileiro observamos uma ligeira queda no desemprego, apesar de ainda estar em um patamar elevado, o consumidor está mais otimista e confiante com o mercado, refletindo uma perspectiva positiva para o varejista, principalmente no comércio eletrônico. O crescimento expressivo do e-commerce em 2017 tem mostrado este bom momento para o canal.”, avalia César Fukushima, Economista-Chefe da Mastercard Advisors no Brasil.

 

Então vamos a algumas dicas para arrebentar com as vendas em 2018.

1 – O comércio por e-mail tornará-se vital para as marcas

O email já gera mais receita do que todas as redes sociais combinadas e tem sido incrivelmente eficiente em dirigir os visitantes para um site. Mas ao permitir que os clientes façam compras seguras diretamente em suas caixas de entrada, empresas como a Gorbel estão preparadas para tornar o e-mail um canal ainda mais poderoso.

E isso se dá por vários fatores. Hoje, sabemos que para se utilizar a internet é quase obrigatório ter um e-mail, então as pessoas estão mais conectadas as suas caixas de entrada, principalmente por conta dos smartphones.

2 – O conteúdo ainda é rei

2018 definitivamente será um ano em que as marcas ficam mais inteligentes sobre a mensuração do ROI, mas esperam ver uma maior alocação de conteúdo, especialmente o vídeo.

“Minha maior previsão para o e-commerce em 2018 é que mais marcas usarão conteúdo para se diferenciar. Uma grande parte desse conteúdo será vídeos. “- Bill Widmer – Consultor de Marketing

Os clientes querem ver movimentação nas lojas virtual e isso não significa excesso, mas sim presença. Lojas com aspecto “abandonado”, com redes sociais fantasmas, tendem a cair no conceito do cliente. Então tenha uma planejamento para cada rede social e para sua loja.

3 – Chatbot

O chatbot já é visto por aí e se trata de um robô inteligente que conversa com seus clientes (por um chat dentro do site) de forma automática. Sabe quando ligamos para uma empresa e tem aquela atendente eletrônica que nos guia até o departamento que procuramos? É bem isso que o chatbot faz. É como se fosse um vendedor na sua loja 24h atendendo por você através de um chat.

Alguns chatbots contam com o machine learning que é o aprendizado da máquina. Ou seja, quanto mais ele “conversa” com as pessoas, mais ele aprende a atender. É algo muito interessante para se começar a usar.

Isso ainda é pouco

Além das três dicas a cima, é muito importante facilitar o acesso do usuário que irá comprar através de diferentes dispositivos, como tablets, notebook, smartphones, etc. Então um site responsivo é vital. Assim, vemos como o e-commerce está cada vez mais robusto em questão de qualidade. Mas ainda existem outras maneiras de faturar online em 2018.

O Blog Quero Dicas De reuniu 7 negócios para ganhar dinheiro na internet em 2018 e vale muito apena conferir outras formas de ingressar no mercado digital.

tendências e-commerce 2018

Novos negócios surgindo

Novos modelos de negócio virtual estão surgindo, o que é caso da loja Calcinhas Para Revender que conforme o próprio nome sugere, é uma loja de compra de roupas íntimas para quem quer revender com tudo no atacado. Funciona de maneira muito inteligente e simplista: a pessoa monta seu Kit de calcinhas e lingerie, customiza as cores e os tamanhos, recebe em casa e começa a revender. A loja conta com coleções novas a cada estação e preços ótimos para quem busca uma lucratividade em 2018. Aprenda como revender calcinhas nesta página explicativa.

Como vemos, são muitas ideias e modelos de negócio junto de implementações interessantes para este novo ano.

E você já decidiu como vai investir?